Notícias

Setor de serviços em SP registra melhor faturamento em junho desde 2010

Da Redação, com Rádio Bandeirantes
16/09/2020 • 09:09

Setor de serviços em SP registra melhor faturamento em junho desde 2010 Setor de serviços em SP registra melhor faturamento em junho desde 2010 Reprodução

Setor de serviços da cidade de São Paulo registra melhor faturamento em junho desde o início da série histórica, em 2010. As informações são do repórter Lucas Herrero, da Rádio Bandeirantes.

Segundo a FecomercioSP, mesmo durante a pandemia, foram R$ 35,2 bilhões acumulados com a retomada das atividades, um crescimento de 7,3% em comparação ao mesmo mês do ano passado.

Destaques

Os serviços bancários, financeiros e securitários, que são as ações tradicionais feitas no banco, como poupança e seguro, ajudaram a recuperar o setor com aumento de 16% no faturamento.

Os serviços jurídicos, econômicos e técnico-administrativos, que são consultorias feitas, por exemplo, por profissionais de economia e advocacia, também contribuíram - crescimento de 15%.

O assessor econômico da FecomercioSP, Fábio Pina, explica o resultado tanto pelo fato desses grupos representarem metade da participação do setor, quanto pela demanda reprimida no período de maior restrição econômica.

"Muitas agências estavam fechadas, o isolamento era maior nos meses anteriores e acredito que uma série de serviços, desde compra de seguro a compra de produtos bancários, foram postergados. Além do fato de que parte dos serviços bancários são vendidos com base na renda das pessoas e como houve algum incremento de renda para alguns por meio dos auxílios governamentais, isso pode ter servido para fazer algum tipo de poupança ou comprar algum produto bancário", esclarece Pina.

O especialista pondera que, como esse é o primeiro mês de recuperação, ainda é preciso analisar o comportamento do setor nos estudos seguintes para traçar alguma conclusão.

Até por esse fator, o assessor econômico da Fecomercio afirma que esses números ainda não são traduzidos em geração de empregos.

"Pode ter evitado a perda de empregos. Então, provavelmente, muitas empresas não tomaram decisão mais radicais justamente pelo acerto do governo neste caso em medidas para minimizar os efeitos da crise. Da mesma forma, não acredito que um mês de retomada de alguns serviços vá fazer com que essas empresas voltem a recontratar imediatamente", analisa.

Consolidado ainda negativo

Mesmo com a recuperação, a variação do setor no ano ainda é negativa, com queda de 4,2% assim como o faturamento de sete das 13 atividades que compõem o setor de serviços, principalmente o turismo na capital.


economia
setor de serviços
serviços
São Paulo


Mais Notícias

Debate na Band entre candidatos à prefeitura de São Paulo tem data e regras definidas

Debate na Band entre candidatos à prefeitura de São Paulo tem data e regras definidas

22/09/2020 • 21:54

Vacina contra Covid: Rússia vai registrar 2ª pesquisa até 15 de outubro

Vacina contra Covid: Rússia vai registrar 2ª pesquisa até 15 de outubro

22/09/2020 • 21:39

Especial: Conheça o papel da inteligência nas ações policiais

Especial: Conheça o papel da inteligência nas ações policiais

22/09/2020 • 21:15

Senado aprova Nestor Forster para a embaixada do Brasil nos EUA

Senado aprova Nestor Forster para a embaixada do Brasil nos EUA

22/09/2020 • 19:18

Justiça determina suspensão de atividades presenciais na Alesp

Justiça determina suspensão de atividades presenciais na Alesp

22/09/2020 • 18:48

Exclusivo: Traficante Elias Maluco é encontrado morto na Penitenciária Federal de Catanduvas

Exclusivo: Traficante Elias Maluco é encontrado morto na Penitenciária Federal de Catanduvas

22/09/2020 • 18:17