Notícias

AfD registra crescimento no número de filiados

Depois de ter perdido membros, partido da ultradireita alemã tem forte crescimento e está perto da marca de 50 mil. Cientistas políticos veem efeito da polarização social.

Por Deutsche Welle

Mesmo com uma série de reveses e escândalos, o partido da ultradireita alemã AfD vem registrando um número crescente de filiados já há alguns meses, informou neste sábado (22/06) a emissora ARD.

Atualmente a AfD soma cerca de 48 mil membros, de acordo com informações obtidas pela sucursal de Berlim da ARD junto à direção nacional do partido, que projeta alcançar a marca de 50 mil nas próximas quatro a oito semanas.

A AfD quer festejar publicamente o aumento do número de membros e pretende lançar uma campanha publicitária para incentivar ainda mais pessoas a se filiarem.

No início de 2023, a AfD havia anunciado que chegara a 40 mil filiados, um aumento de um terço em um ano.

As acusações de espionagem e corrupção envolvendo o candidato cabeça de chapa às eleições europeias, a categorização pelas autoridades alemãs de suspeita de extremismo de direita, e os protestos públicos contra planos de expulsão de imigrantes debatidos num evento em Potsdam não parecem ter afetado a popularidade da AfD em alguns setores da sociedade alemã.

Na recente eleição europeia, o partido obteve 15,9% dos votos e ficou atrás apenas da aliança entre os partidos conservadores CDU e CSU, com 30%.

Há meros dois anos, a situação da AfD era completamente outra: entre julho de 2020 e julho de 2022, o número de filiados havia caído significativamente – de 33.800 para 28.600.

Cientistas políticos explicam o atual crescimento dizendo que a AfD se beneficia da polarização social. A AfD e o Partido Verde formam "os polos sociopolíticos mais evidentes", afirmou o cientista político Benjamin Höhne, da Universidade de Magdeburg, no início do ano, para explicar o aumento do número de membros de ambos os partidos.

Segundo ele, o Partido Verde representa as posições progressistas, enquanto a AfD representa as demandas sociais conservadoras e autoritárias.

as (ARD)

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais