Notícias

Alunas da rede municipal do Rio de Janeiro vão receber absorventes íntimos nas escolas

A campanha tem o objetivo de evitar que as jovens deixem de frequentar as salas de aula por causa da falta do produto de higiene

Ryan Lobo, da BandNews FM 13/10/2021 • 13:19
Alunas da rede municipal do Rio de Janeiro vão receber absorventes íntimos nas escolas
Alunas da rede municipal do Rio de Janeiro vão receber absorventes íntimos nas escolas
Amanda Oliveira

Cem mil alunas da rede municipal de ensino do Rio de Janeiro vão ser contempladas pelo programa de distribuição gratuita de absorventes íntimos nas escolas. A campanha "Livres para Estudar", anunciada nesta quarta-feira (13), tem o objetivo de evitar que as jovens deixem de frequentar as salas de aula por causa da falta do produto de higiene.

Segundo o secretário municipal de Educação do Rio, Renan Ferreirinha, afirma que uma a cada quatro alunas já faltou a escola por falta de absorvente, o equivalente a 43 mil estudantes.

“Não pode ser normal que uma menina deixe de ir pra escola simplesmente por não conseguir comprar um absorvente. O que estamos fazendo aqui é dar o mínimo, dar dignidade para nossas alunas estudarem decentemente e não largarem a escola. Aqui no Rio elas serão livres para estudar”, disse o secretário

A campanha "Livres para Estudar" vai distribuir oito milhões de absorventes às escolas municipais da capital fluminense. O investimento total do projeto é de R$ 14 milhões por ano. O diretor de cada unidade vai ficar responsável pela distribuição dos produtos.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, esteve na inauguração da campanha, em uma escola na Praça Mauá, Região Central do Rio. Ele criticou o veto do presidente Jair Bolsonaro ao programa nacional de distribuição gratuita de absorventes íntimos.

“A escola é o espaço em que atingimos as pessoas que mais precisam. Temos que superar esses tabus, menstruação é algo normal, acontece com todas as mulheres. Defendemos a dignidade de gênero, temos que preservar e proteger as nossas meninas, esse é o objetivo da Prefeitura. Vamos distribuir absorventes para todas as nossas meninas do segundo segmento da rede pública municipal, que é a maior da América Latina”, disse Paes. 

A deputada federal Tábata Amaral também participou do lançamento da campanha. Ela acredita que o veto de Bolsonaro vai ser derrubado no Congresso Nacional.

A Escola Municipal Vicente Licinio Cardoso, onde o programa foi lançado, foi a primeira a receber parte dos absorventes. Três pacotes foram entregues pela Prefeitura do Rio à direção da escola, para simbolizar o início da campanha.

As outras escolas vão receber os materiais a partir de segunda-feira (18), quando terá início a nova fase do ensino presencial, em que 100% dos alunos poderão ir todos os dias para a escola.

  • Saúde
  • Educação