Notícias

Anvisa e Instituto Butantan discutem termos para testes da Butanvac

Novo protocolo será apresentado para testes de vacina em seres humanos

Da Redação, com BandNews FM 17/05/2021 • 16:28 - Atualizado em 17/05/2021 • 17:32
Novo protocolo será apresentado para testes de vacina em seres humanos
Novo protocolo será apresentado para testes de vacina em seres humanos
Reprodução TV

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e o Instituto Butantan ainda discutem termos para que a Butanvac seja testada em humanos. A informação é de João Pedro Melo, da rádio BandNews FM, em Brasília.

Segundo a Anvisa, faltam alguns detalhes para que a proposta de vacina contra a Covid-19 avance ao próximo nível. 

Um novo protocolo ainda será apresentado pelo Butantan em relação ao desenho da pesquisa proposta para o potencial imunizante.

A expectativa é de que o diálogo continue nesta quarta-feira (19), e deve tratar principalmente de documentos e exigências relativas a produção e controle de qualidade do imunizante. 

Para a autorização de um estudo com seres humanos, a Anvisa avalia tanto a proposta da pesquisa em si quanto os dados da vacina que será testada nas pessoas.

CoronaVac: 10 doses por frasco

A Anvisa concluiu que não houve falha técnica no envase da CoronaVac e que os frascos da vacina trazem 10 doses, conforme previsto. 

Ainda de acordo com a agência, as ampolas que rendem menos estão ligadas aos erros de extração, além do uso inadequado de seringas. 

De acordo com a avaliação técnica feita pela Anvisa, o uso de seringas de 3ml não seria o mais adequado para a extração de vacinas, que possuem doses de 0,5ml.

A agência ainda recomenda que o mais adequado para a retirada e aplicação das doses são as seringas de 1ml, que têm uma maior precisão para cada dose.

  • Butanvac
  • Covid-19
  • Coronavírus