Notícias

Biden diz que governo fará de tudo para manter direito ao aborto nos EUA

Fala do presidente americano ocorre após ação da Suprema Corte para derrubar a decisão que garantia o direito das mulheres para abortar no país

Da Redação 24/06/2022 • 14:26 - Atualizado em 24/06/2022 • 14:40

Em entrevista coletiva na Casa Branca, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou que o governo americano fará de tudo para manter a legalização do aborto em todo o país. Sua fala ocorre após ação da Suprema Corte para derrubar a decisão que garantia o direito das mulheres para abortar no país, revertendo a decisão de um caso de Roe contra Wade, de 1973.  

Segundo Biden, a decisão da Corte coloca em risco a saúde e a vida das americanas. “Sempre analisei essa questão com cuidado. É um assunto complexo. É um direito fundamental no país, estão acabando com um esforço de décadas. Isso vai ter imediatas e grandes consequências. Isso não acaba aqui”, disse.   

Em sua fala, o presidente americano também comentou o documento divulgado sobre decisão em que afirma que a resolução do caso de 1973 foi correta, contrariando a Suprema Corte.  

"Mulheres têm de tomar conta de crianças que foram frutos de estupros. Estamos regredindo 150 anos. Um dia triste para o país. Quem deve definir isso é o Congresso, definir uma lei federal para protegê-las" comentou Biden.  

Biden também pediu para que líderes estaduais protejam a lei do aborto no país, caso contrário, sofrerão consequências. “Mantenham esse direito. Estados vão responder por suas decisões em autorizar ou não o procedimento. Vou fazer de tudo para manter esse direito. Vou lutar contra esse ataque não americano.”  

O presidente finalizou a entrevista afirmando estar desapontado e dizendo que o governo irá oferecer cuidados às mulheres. "Protestem de forma pacífica. Nós somos contra a violência, seja qual for".