Notícias

Em setembro, São Paulo deixará de aceitar Bilhete Único sem cadastro

Mesmo com a mudança, nenhum dos usuários corre o risco de perder o crédito que possui dentro dos cartões

Da Redação, com Rádio Bandeirantes 18/06/2021 • 08:18
Mesmo com a mudança, nenhum dos usuários corre o risco de perder o crédito que possui dentro dos cartões
Mesmo com a mudança, nenhum dos usuários corre o risco de perder o crédito que possui dentro dos cartões
SPTrans

A cidade de São Paulo vai deixar de aceitar 2,6 milhões de Bilhetes Únicos sem cadastro no transporte público a partir de 1º de setembro. As informações são da repórter Giulianna Lombardi, da Rádio Bandeirantes.

Os usuários com cartões que tenham número de identificação iniciado por 59, 71 ou 110 deverão fazer um cadastro na SPTrans, em qualquer guichê de atendimento ou pelo site www.sptrans.com.br/trocabilhete, associando o CPF ao passe sem identificação.

Os passageiros precisam realizar o cadastro até o dia 16 de julho. Caso contrário, não será mais possível realizar recargas no cartão até o dia 1º de setembro, quando a operação será suspensa definitivamente.

Mesmo com a mudança, nenhum dos usuários corre o risco de perder o crédito que possui dentro dos cartões.

Para aqueles que optarem por fazer o cadastro, a transferência do valor vai ser feita de forma automática assim que o novo bilhete for emitido.

Já os que não associarem o CPF poderão solicitar a restituição do crédito quando fizerem o cancelamento do passe antigo.

Segundo a SPTrans, o objetivo da medida é evitar fraudes e combater a venda ilegal de passagens - que fica mais suscetível com os bilhetes anônimos.

  • Bilhete Único
  • São Paulo