Notícias

Bolsonaro diz que Mandetta comprou ventiladores superfaturados enquanto era seu ministro da Saúde

Da Redação 28/12/2020 • 19:50 - Atualizado em 28/12/2020 • 20:03
Bolsonaro acusa Mandetta de superfaturamento
Bolsonaro acusa Mandetta de superfaturamento
Brasil Urgente

O presidente Jair Bolsonaro acusou Luiz Henrique Mandetta de compras superfaturadas enquanto era o seu ministro da Saúde. "Acelerou, já que não tinha licitação, a compra de ventiladores superfaturados por até R$ 200 mil", afirmou o presidente após um jogo beneficente na Vila Belmiro.

Bolsonaro também criticou o isolamento social como medida de combate à pandemia do coronavírus.

Mandetta foi o ministro da Saúde mais longevo do atual governo e ganhou notoriedade com a pandemia. Ele deixou a pasta após constante fritura pelo presidente. Depois dele, a Saúde ainda contou com o médico Nelson Teich, por um mês, e segue com o general da ativa, Eduardo Pazuello. Teich pediu demissão depois de discordar sobre a recomendação do uso de cloroquina, remédio sem comprovação científica defendido por Bolsonaro.

Desde que deixou o Ministério da Saúde, Mandetta tem sido criticado com frequência a gestão de Bolsonaro. O ex-ministro chegou a atacar o Plano Nacional de Vacinação apresentado por Pazuello.

  • Brasil Urgente
  • Luiz Henrique Mandetta
  • Jair Bolsonaro