Notícias

Bolsonaro diz que vai divulgar mensagens da Lava Jato que citam o seu nome

Da Redação com Bandnews FM 12/02/2021 • 17:19
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro
Valter Campanato/Agência Brasil

Em longa conversa com apoiadores, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira que seu nome foi citado nas mensagens hackeadas e apreendidas na Operação Spoofing. Por isso, disse que quer ter acesso a elas para divulgá-las, assim como foi permitido ao ex-presidente Lula. As informações são de Nathália Pase, da BandNews FM.

Bolsonaro afirmou que teve a vida financeira investigada irregularmente.

A 2ª turma do STF autorizou a defesa de Lula a usar as trocas de mensagens entre Sérgio Moro e os procuradores da Lava Jato.  A Operação Spoofing prendeu hackers que conseguiram ilegalmente as conversas da força-tarefa. 

Auxílio emergencial e preço dos combustíveis

O presidente voltou a falar que o governo federal está estudando a prorrogação do auxílio emergencial, mas disse que a população deveria cobrar o pagamento do benefício dos governadores que adotaram medidas de isolamento social durante a pandemia.

Jair Bolsonaro afirmou que ficará a cargo de secretários de Fazenda dos estados decidir a forma de cobrança de ICMS sobre os combustíveis.

O chefe do executivo disse também que pretende enviar ao Congresso Nacional um projeto de lei estabelecendo que caberá ao Conselho Nacional de Política Fazendária decidir se o ICMS será cobrado em um percentual sobre o valor da refinaria ou por um valor fixo.

Além disso, destacou que pretende estabelecer que os postos de combustíveis coloquem placas que deixem claro os valores dos impostos cobrados.

  • Jair Bolsonaro
  • Lava Jato