Notícias

Bolsonaro nomeia aliados para cargos de 3 anos na Comissão de Ética Pública

Prestes a encerrar o mandato, Bolsonaro nomeou dois aliados para a Comissão de Ética Pública da Presidência

Da redação

Bolsonaro nomeia aliados para Comissão de Ética Pública Renato Pizutto/Band
Renato Pizutto/Band

Prestes a deixar o governo, o presidente Jair Bolsonaro (PL) nomeou dois aliados para comporem a Comissão de Ética Pública da Presidência (CEP), cujos mandatos têm duração de três anos. A publicação no Diário Oficial da União é datada de 18 de novembro.

Os indicados foram Célio Faria Júnior e João Henrique Nascimento. O primeiro é ministro-chefe da Secretaria de Governo. O outro é assessor especial da Presidência.

Segundo o governo, a CEP é composta por seis membros designados pelo Presidente da República. Os nomeados podem ser reconduzidos ao cargo. 

Na mesma decisão assinada por Bolsonaro, Roberto Muniz Codignoto foi dispensado da função de membro da CEP, a partir de 6 de setembro de 2022, em virtude de renúncia.

A CEP foi criada em 1999, no governo de Fernando Henrique Cardoso, para analisar a conduta de servidores públicos federais. Além disso, a comissão também autoridades em situações que implicam em conflitos de interesses.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais