Notícias

8 em cada 10 mortes por Covid-19 em SP são na periferia

O número de óbitos na periferia cresceu 50% desde janeiro até março deste ano

Da Redação, com Rádio Bandeirantes e Bora Brasil 06/04/2021 • 08:18 - Atualizado em 06/04/2021 • 08:28
Sepultadores trabalham em covas abertas no cemitério de Vila Formosa, na capital paulista
Karime Xavier/Folhapress

Os bairros mais pobres da cidade de São Paulo concentram 8 em cada 10 mortes por Covid-19. O número de óbitos na periferia cresceu 50% desde janeiro até março deste ano. As informações são do repórter Lucas Jozino, da Rádio Bandeirantes no Bora Brasil

O avanço coincide com a lotação nas unidades de saúde das regiões. São 19 hospitais públicos que beiram 100% dos leitos ocupados nos distritos. Nos últimos dez meses, os dados de mortes nos bairros mais afastados dobraram em relação aos mais próximos do centro da cidade. 

Os bairros de Sapopemba, Brasilândia, Grajaú, Capão Redondo e Campo Limpo lideram o ranking. Na UPA do Campo Limpo, na zona sul da capital paulista a reportagem recebeu muitas reclamações de demora para o atendimento. A unidade está lotada e tem 123 pacientes internados, 15 intubados.

  • mortes
  • pandemia
  • Covid-19
  • São Paulo