Notícias

Amazonas tem 6 novos casos de doença "doença da urina preta" causada por peixes

Novos diagnósticos foram registrados em Urucurituba, Maués e Parintins

Da Redação, com Bora Brasil 10/09/2021 • 08:32 - Atualizado em 10/09/2021 • 19:09

O estado do Amazonas registrou seis novos casos da doença de Haff, causada pelo consumo de peixes contaminados e caracterizada pela urina escura.

Os novos casos aconteceram nas cidades de Urucurituba, Maués e Parintins. Em todo o Amazonas, são pelo menos 10 cidades que já registraram 61 diagnósticos.

Especialistas foram enviados aos municípios para realizar testes com a água. O objetivo é descobrir se os casos são um fenômeno natural e as causas da doença.

A síndrome de rabdomiólise é associada à doença de Haff, causada após a ingestão de peixes e crustáceos de água doce que contem determinada toxina. Popularmente, acabou sendo chamada de doença ou síndrome da “urina preta”, já que os efeitos da toxina causam alteração da função hepática, o que deixa a urina mais escura.

O assunto preocupa no Norte, porque o peixe é um dos pratos mais consumidos na região. A doença foi descoberta em 1924, na Alemanha.