Notícias

Comunidade na Zona Norte de Natal sofre com alagamentos há quase um mês

O Ministério Público do Rio Grande do Norte recomendou, com caráter de urgência, que a prefeitura da capital potiguar resolva os alagamentos na comunidade Cavaco Chinês

JULIANNE BARRETO

Após as fortes chuvas que atingiram Natal, no Rio Grande do Norte, em junho, moradores da comunidade do Cavaco Chinês, na Zona Norte da cidade, estão há um mês debaixo d’água. Eles cobram uma ação da prefeitura. 

Para acessar a comunidade, os moradores precisam atravessar de carroça ou de barcos improvisados, com tampas de isopor, como mostrou a equipe da Band Rio Grande do Norte nas redes sociais do Band Jornalismo nesta terça-feira (9). 

O Ministério Público quer que a prefeitura de Natal tome medidas imediatas a fim de resolver os recorrentes problemas de alagamento na comunidade. Para isso, a instituição emitiu uma recomendação com caráter de urgência para que os impactos sejam minimizados.

Na recomendação, o MPRN aponta que o município deve agir sem demora para implementar soluções efetivas que permitam a drenagem adequada das águas acumuladas, que causam transtornos significativos à população da comunidade. 

Além disso, a 45ª promotoria de Justiça de Natal convocou representantes municipais para uma audiência nesta quinta-feira (11). Nessa ocasião, espera-se que seja apresentado um plano detalhado, com prazos definidos, sobre as medidas que serão adotadas para resolver o problema dos alagamentos. 

“O MPRN orienta ainda que antes da audiência sejam realizadas reuniões preparatórias com os participantes da vistoria e outros colaboradores envolvidos na questão, a fim de assegurar uma abordagem coordenada e eficiente para o problema”, informou o Ministério Público. 

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais