Bora Brasil

Entenda como é feito e para que serve o procedimento estético 'peeling de fenol'

Empresário morreu após passar pelo peeling de fenol em clínica de influenciadora

Por Márcio Campos

A investigação da Polícia Civil vai apontar se a morte de Henrique Chagas foi provocada por um procedimento estético ou não. O jovem de 27 anos morreu após ter sido submetido ao peeling de fenol na clínica de estética da influenciadora Natalia Becker, que não tem formação em medicina, em São Paulo (SP).

Segundo o porta-voz do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP), o paciente só deve fazer o procedimento com um profissional capacitado e depois de passar por exames prévios, como de sangue e eletrocardiograma.

“Por ser um procedimento extremamente invasivo, o paciente tem que estar monitorizado. No momento em que [o produto] é aplicado, há repercussões clínicas, no coração, fígado e rins”, explica Alexandre Kataoka, cirurgião plástico e coordenador do departamento de comunicação do CREMESP.  

O que é peeling de fenol? 

O fenol é um ácido forte usado na indústria farmacêutica e cosmética. No peeling, ele é indicado para tratar o envelhecimento da pele, diminuindo rugas, manchas e cicatrizes. Também costuma ser usado no tratamento da acne e para reduzir lesões pré-malignas.

O peeling de fenol atua causando uma severa, porém controlada inflamação na pele para estimular a descamação, “renovando” o tecido. O procedimento só pode ser feito por médicos dermatologistas ou cirurgiões plásticos que tenham especialidade, já que o ácido pode causar reações alérgicas e cardiovasculares.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais