Notícias

Forte terremoto em Taiwan deixa ao menos 9 mortos e mais de 900 feridos

Tremor de magnitude superior a 7 graus foi o mais forte registrado em Taiwan em 25 anos. Alerta de tsunami chegou a ser para as Filipinas e para o Japão, mas foi suspenso

Da Redação com Deutsche Welle

Um forte terremoto com magnitude superior a 7 graus deixou pelo menos nove pessoas mortas e mais de 900 feridas em Taiwan, nesta quarta-feira (3). Segundo as autoridades, pelo menos 56 pessoas estão presas dentro de veículos e escombros.

O tremor ocorreu por volta de 9h (22h da terça-feira em Brasília). O epicentro foi cerca de 25 quilômetros a sudeste de Hualien, a uma profundidade de 15,5 quilômetros, segundo a Administração Central de Meteorologia (CWA) taiwanesa.

O Corpo de Bombeiros registrou a queda de pelo menos 26 edifícios, mais da metade dos quais na região de Hualien, no leste. As autoridades relataram que dois cidadãos alemães estariam presos num túnel no parque nacional de Taroko, sem mais detalhes sobre seu estado.

O diretor do Centro Sismológico de Taipé, Wu Chien-fu, explicou tratar-se do "terremoto mais forte dos últimos 25 anos" que atingiu a ilha "próximo da terra e pouco profundo", sendo "sentido em todo Taiwan e nas ilhas próximas". "O público deve prestar atenção às advertências e mensagens relevantes, e estar preparado para evacuação sismológica", aconselhou.

O primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, declarou que está pronto a prestar toda assistência necessária a Taiwan, seu "vizinho através do oceano". O Japão registra cerca de 1.500 abalos por ano. O mais notável, de magnitude 9,0, em março de 2011, resultou no desastre nuclear de Fukushima, totalizando 18,5 mil mortos ou desaparecidos.

Em setembro de 1999, um abalo sísmico de magnitude 7,6 fez 2.400 vítimas em Taiwan. Situado perto de duas placas tectônicas, o país insular sofre atividade sísmica regular. As autoridades alertaram para a possibilidade de novos tremores nos próximos dias.

Risco de tsunami 

As Filipinas haviam expedido avisos de "altas ondas de tsunami" e se preparado para evacuar as áreas litorâneas, mas suspenderam o alarme. A Agência Meteorológica do Japão (JMA) também cancelou o alerta de tsunami para suas ilhas do sul.

Tópicos relacionados