Notícias

Governo confirma que vai investigar garimpo ilegal no Rio Madeira, no Amazonas

Polícia Federal, Marinha e Ibama já estão se preparando para agir na região

Luiz Henrique Almeida, no Bora Brasil 26/11/2021 • 10:23 - Atualizado em 26/11/2021 • 10:25

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), afirmou nesta última quinta-feira (25) que as atuações de centenas de garimpeiros em balsas ilegais no Rio Madeira, no Amazonas, acontecem todos os anos na região e que a Polícia Federal, a Marinha e o Ibama já estão se preparando para agir. 

Nas redes sociais, os garimpeiros publicaram vídeos chegando à região do Rio Madeira para extrair ouro. Após as balsas chegarem na região entre os municípios de Autazes e Nova Olinda do Norte, no interior do estado, o Ministério Público Federal (MPF) solicitou que órgãos e autoridades federais e estaduais devem atuar com urgência na repressão ao garimpo ilegal na região. 

As embarcações chegaram no local há duas semanas e formaram uma espécie de "vila flutuante". A extração de ouro é uma atividade ilegal. Ainda segundo Mourão, a ação pode ter o apoio de membros do tráfico de drogas