Bora Brasil

Motorista que feriu mulher em suposto racha em SP deve se apresentar à polícia

Informação foi confirmada pela advogada do condutor do veículo, que negou que o cliente tenha participado de um racha

Por Juliano Dip

Motorista que feriu mulher em suposto racha em SP deve se apresentar à polícia
Reprodução

A polícia de São Paulo identificou os motoristas dos carros de luxo envolvidos no racha que terminou no atropelamento de um motoboy e uma mulher na noite de segunda-feira (20), em Barueri, na Região Metropolitana da capital. Segundo o delegado do caso, Ednelson Martins, o condutor de um dos veículos deve se apresentar à delegacia nesta quarta-feira (22). 

A informação também foi confirmada pela advogada do motorista, que negou que o cliente tenha participado de um racha e não explicou por que ele fugiu do local do acidente sem prestar socorro.

A mulher, de 36 anos, que teve uma perna amputada, foi transferida de hospital e está estável, mas permanece na Unidade de Terapia Intensiva. Segundo a prefeitura de Barueri, a informação consta em boletim médico divulgado pelo hospital da cidade.

Por conta do estado emocional, uma psicóloga foi acionada para avaliar e acompanhar a vítima. 

Relembre o caso 

Um acidente entre dois carros de luxo, que estariam disputando um racha, deixou um motociclista e a passageira feridos na região de Alphaville, na cidade de Barueri, na Grande São Paulo. O caso aconteceu às 21h desta segunda-feira (20), na Alameda Rio Negro. 

Imagens obtidas pela Band mostram os veículos passando pela via. Segundo testemunhas, os carros estavam em alta velocidade ou acima da velocidade permitida. 

Um dos carros atingiu a traseira de uma moto de aplicativo que transportava uma mulher de 36 anos. Ela teve a perna decepada devido o impacto do acidente. 

Já o motociclista disse aos guardas civis que atenderam a ocorrência que se lembra apenas de ter “sentido a pancada”. Ele sofreu ferimentos leves. 

Os motoristas dos carros fugiram sem prestar socorro. Posteriormente, um dos veículos envolvidos foi localizado pela Guarda Civil e apreendido perto de uma igreja. Segundo as primeiras informações, ele estaria registrado no nome de uma empresa. 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP), o caso foi registrado como “participar de corrida em via pública, lesão corporal culposa na direção de veículo automotor e fuga de local de acidente” pela Delegacia de Barueri. Foi solicitada perícia ao local. 

“A polícia apura as circunstâncias do fato para identificar os motoristas envolvidos no crime”, informou o órgão em nota enviada à Band.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais