Bora SP

Carnaval em SP: vacina e máscara serão obrigatórios no desfile do Anhembi

O sambódromo deverá ter 70% do público total e as agremiações vão reduzir de 2 mil para 1.500 foliões

Lucas Jozino 18/01/2022 • 11:30 - Atualizado em 18/01/2022 • 13:16

Para participar dos desfiles das escolas de samba de São Paulo em 2022 as pessoas vão precisar usar máscara e apresentar o comprovante da vacina. Essas e outras medidas foram definidas durante reunião da prefeitura e a Liga das Escolas de Samba nesta última segunda-feira (17). 

O sambódromo deverá ter 70% do público total e as agremiações vão reduzir de 2 mil para 1.500 foliões. O quesito harmonia não será avaliado, uma vez que não terá como analisar o canto de quem estiver desfilando. 

Essas mudanças vão fazer parte do protocolo de cuidados contra a Covid-19 no evento que será divulgado pela administração municipal até quinta-feira (19). De acordo com o que a reportagem da Rádio Bandeirantes apurou, neste momento não há possibilidade de cancelar os desfiles, como os blocos de rua.