Bora SP

Fazendeiro acusado de maltratar búfalas é preso

De acordo com a investigação, os maus tratos começaram em agosto de 2021, quando o fazendeiro deixou o rebanho todo sem água e alimento

Leonardo Zvarick 28/01/2022 • 08:53

O fazendeiro Luiz Augusto Pinheiro de Souza acusado de maltratar mais de mil búfalas e cavalos em sua propriedade rural em Brotas (SP) foi preso em São Vicente (SP) após mais de um mês foragido. 

Luiz foi denunciado por abandonar os animais e de acordo com a investigação, os maus tratos começaram em agosto de 2021, quando o fazendeiro deixou o rebanho todo sem água e alimento, o que levou à morte centenas de animais.

“Ele e os outros dois parceiros dele que estão presos não queriam mais cuidar dos búfalos e os enterravam vivos”, disse o delegado Osvaldo Nico. O fazendeiro pretendia liberar a área do pasto para o plantio de soja, já que teria perdido o interesse pela produção de leite.

Luiz Augusto já havia sido preso pelo crime ambiental em novembro, mas pagou uma fiança de R$ 10 mil reais e foi liberado. “Se não bastasse as imagens que vimos ele passou a ameaçar as testemunhas e isso foi o fundamento para o pedido de prisão preventiva”, explicou a delegada Ivalda Aleixo.