Brasil Urgente

Aposentado cai em 'golpe do Tinder' e acaba vítima de sequestro em São Paulo

Vítima, de 60 anos, passou um dia inteiro nas mãos da quadrilha

Marcelo Moreira, do Brasil Urgente 26/11/2021 • 17:09 - Atualizado em 26/11/2021 • 17:11

Um aposentado de 60 anos, vítima do “golpe do Tinder”, foi libertado nesta quinta-feira (25) em São Paulo após passar quase 24 horas na mão de sequestradores. Ele foi raptado na zona oeste da capital paulista por integrantes de uma quadrilha do Pix.

Segundo a Polícia Civil, os bandidos fizeram transferências bancárias. Depois, passaram também a exigir dinheiro dos parentes da vítima.

O aposentado passou um dia inteiro sendo torturado e ameaçado de morte. A família avisou a Divisão Antissequestro, que passou a monitorar o bando - que resolveu libertar o aposentado do cativeiro na comunidade do Sapé, à beira da rodovia Raposo Tavares.

A notícia foi dada em primeira mão no Brasil Urgente pelo diretor do Dope (Departamento de Operações Policiais Estratégicas), Osvaldo Nico Gonçalves, ao apresentador José Luiz Datena.

“Tivemos a denúncia de um senhor que estava na mão de uns sequestradores para passar depósito eletrônico, alguma coisa nesse sentido”, disse Nico. “Quando eles sentiram a presença da polícia, libertaram esse senhor”, completou.

Segundo a Divisão Antissequestro, a vítima foi atraída através de um aplicativo de paquera. Ao chegar ao encontro com a suposta garota, o aposentado acabou sendo feito refém por bandidos armados. Até agora, nenhum integrante da quadrilha foi preso.

A Polícia Civil acredita que é o mesmo bando do Pix que há dois anos usa aplicativos de paquera para sequestrar as vítimas – homens com mais de 50 anos e bem-sucedidos.