Brasil Urgente

Caso Helena: testemunha diz que foi procurada para participar de emboscada

Além dos envolvidos no crime, outras cinco pessoas foram ouvidas até agora na 1ª Delegacia de Polícia de Carapicuíba, na Grande São Paulo

Carla Ramil 04/08/2022 • 18:15 - Atualizado em 04/08/2022 • 18:26
Caso Helena: Testemunha diz que foi procurada para participar de emboscada
Caso Helena: Testemunha diz que foi procurada para participar de emboscada
Reprodução

Uma testemunha revelou em depoimento à polícia que foi procurada por Gustavo Emiliano para atrair Evandro, pai de Helena, para uma emboscada.

Além dos envolvidos no crime, outras cinco pessoas foram ouvidas até agora na 1ª Delegacia de Polícia de Carapicuíba, na Grande São Paulo. Testemunhas que contribuíram para a formação de provas contra os suspeitos de planejarem o atentado contra pai e filha

Os últimos depoimentos fizeram a investigação crescer. A polícia descobriu que Gustavo já planejava uma forma de roubar Evandro e teria angariado algumas pessoas para ajudá-lo no crime. 

A informação foi relevada por uma testemunha bastante próxima à Evandro e também do principal suspeito de ser mandate do crime.

Para ficar com todo o dinheiro de Evandro, o plano de Gustavo era fazer com que uma mulher se aproximasse da vítima e, por meio do conhecido golpe boa noite, cinderela, limpar a conta do analisa de sistemas. Mas a moça não aceitou a proposta.

Como Evandro havia descoberto o plano, o jeito encontrado por Gustavo para se livrar da dívida de R$ 85 mil foi a execução do analista de sistemas, que terminou na morte de Helena.

Entenda

Na última sexta-feira, o pai da menina a pegou na casa da mãe e seguiu até uma lanchonete, de onde saíram por volta das 22h30. Assim que chegavam na residência do homem, no Jardim Santa Rita, em Carapicuíba, na Grande São Paulo, eles foram surpreendidos por homens armados.

Helena e o pai foram atingidos por muitos disparos nos vidros da frente e na lateral do motorista. A garotinha foi baleada na cabeça, perna e braço direito. Ela chegou a ser levada ao hospital, mas não resistiu. O homem segue internado no hospital. Pelo menos 14 cápsulas deflagradas de pistola foram encontradas por peritos no local do crime.