Brasil Urgente

Funcionário do Detran agride atleta paralímpico, namorada e sogro idoso

Alan Fonteles fez a denúncia com exclusividade ao Brasil Urgente; esportista viaja para Tóquio na próxima semana para representar o Brasil pela quarta vez nos Jogos

da Redação com Brasil Urgente 27/07/2021 • 18:23 - Atualizado em 28/07/2021 • 09:39

Alan Fonteles, campeão paralímpico mundial de atletismo, denunciou com exclusividade ao Brasil Urgente nesta terça-feira (27) um caso de agressão e ameaça com arma de fogo ocorrido durante a tarde no pátio do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) de São Paulo. 

O esportista relatou que esteve no local para retirar seu carro, que havia sido apreendido no dia anterior devido à “má conservação dos pneus”, e começou a ser mal atendido por um funcionário.  

“Eu vim retirar o carro hoje e o funcionário estava nos tratando muito mal, com muita falta de educação. Relevei. Quando fui fazer a vistoria, vi que tinha uma parte do veículo amassada. Ele ainda forçou o câmbio na minha presença. Fui reclamar dessas coisas e ele não gostou. Disse: 'isso aí você reclama com o governo e entra com uma ação’. Aí respondi que ele deveria conversar com mais educação”, contou Alan.  

“Ele insistiu e disse que falava como quisesse, xingou e partiu para cima do meu sogro. Eu entrei no meio, e ele deu um tapa na minha namorada. Aí parti para cima, não vou deixar ninguém fazer isso na minha frente. Me agarrei nele, derrubei no chão e uma arma caiu da cintura. Ele pegou a arma, apontou e disse para sairmos de lá”, completou.

O atleta afirmou que, no momento da agressão, estava usando próteses nas pernas. “Ele agrediu uma mulher, um idoso e um deficiente físico”, lamentou. “Eu deveria estar me preocupando em ir para a Paralimpíada, não com essa ameaça. Ele ameaçou com ‘você não sabe com quem está mexendo’ e tem meus dados, sabe onde moro, qual é meu carro. E aí? Como é que fica?”, preocupou-se. 

Alan Fonteles viaja no próximo dia 6 para Tóquio, no Japão, para representar o Brasil pela quarta vez nos Jogos.

Ao Brasil Urgente, o capitão Luiz, da Polícia Militar, disse que viaturas estiveram no local colhendo mais informações. Alan, os familiares e o suspeito foram encaminhados ao 16º DP, na zona sul da capital, por volta das 19h, para prestarem depoimentos. 

Nota Detran:

O Detran lamenta o ocorrido e informa que o funcionário foi afastado do atendimento ao público até a conclusão do processo administrativo instaurado para apurar o caso.

  • Alan Fonteles
  • Paralimpíada