Brasil Urgente

Homem é morto em ação da Polícia Civil; protesto tem ônibus queimado

Manifestação fechou parte de avenida Guido Caloi, em São Paulo

Da Redação, com Brasil Urgente 14/05/2021 • 17:07 - Atualizado em 14/05/2021 • 18:21

Um protesto na região de Santo Amaro, zona sul de São Paulo, terminou com um ônibus queimado no fim da tarde desta sexta-feira (14). As informações são do Brasil Urgente.

A manifestação na avenida Guido Caloi, diante da estação Santo Amaro do metrô, começou após um homem ter sido morto a tiros na região durante uma diligência de policiais civis.

Segundo a Polícia Civil, agentes de São Bernardo do Campo cumpriam mandado e entraram em uma comunidade na região do protesto, onde encontraram um homem com um simulacro de arma de fogo. Ele foi alvejado e morreu.

Moradores então deram início uma manifestação na via, interrompendo a circulação com barricadas. Um ônibus que trafegava pelo local foi esvaziado.

Em seguida, o veículo foi pichado e teve vidros quebrados. Por fim, foi incendiado.

Viaturas da Polícia Militar chegaram ao local por volta das 16h35. Segundo o tenente Guedes, da PM, um agente da corporação foi ferido por uma pedrada. Uma pessoa foi detida.

“Teria sido uma ocorrência que envolve a Polícia Civil que estava em diligência na região. Houve uma troca de tiros. Talvez seria esse o motivo pelo qual esses verdadeiros criminosos estão colocando fogo no ônibus”, afirmou Guedes.

Segundo Coronel Rogério Silva, comandante do policiamento de choque, a PM realizou uma “intervenção” no local, que impediu “que outros ônibus fossem incendiados”.

  • Santo Amaro
  • Polícia Civil
  • São Paulo