Brasil Urgente

Idoso é feito refém em lotérica durante saque do auxílio emergencial

Caso ocorreu em São Paulo; homem foi detido e disse ser dependente químico

Da Redação, com Brasil Urgente 20/04/2021 • 18:41

As câmeras de segurança de uma casa lotérica na zona oeste de São Paulo registraram. Um homem de camisa listrada aguardava a vez de ser atendido. Ele foi até o guichê tentando sacar o auxílio emergencial quando acabou agarrado pelo pescoço por um homem que entrou correndo.

Descontrolado, o invasor começou a gritar para os funcionários e apontou uma faca para o pescoço da vítima. Ele então arrastou a vítima, mantida como refém nos fundos do estabelecimento.

Na porta, pessoas tentavam acalmar o invasor, que seguia ameaçando a vítima. Desesperada, uma mulher tentou se aproximar para conversar e pedir calma. Outra pessoa também tentou, sem sucesso.

Outros vídeos mostraram a negociação da polícia. Os policiais conversaram com o homem, que tirou o boné e mostrou não ter mais nada nos bolsos. A tensão durou mais alguns segundos, até que ele se entregou. Ajoelhado, se entregou e foi dominado.

Testemunhas dizem que o homem furtou uma faca em uma loja próxima antes de invadir o local. Um mecânico que trabalha ao lado do estabelecimento falou ao Brasil Urgente do susto que passou.

“Tentando ajudar o senhor, chamando ele para acalmar o rapaz. Ele bateu na porta, dizendo que ia roubar, roubar. Aí quando ele viu que tinha muita gente, ele se acalmou e falou: ‘chama a polícia que eu me entrego’”, contou a testemunha.

O senhor de 62 anos ficou pelo menos 20 minutos em poder do homem dentro da lotérica. Durante todo o tempo, ele foi ameaçado com uma faca no pescoço, e por pouco não foi sufocado, já que quase perdeu os sentidos enquanto era contido com uma gravata.

Por telefone, a vítima falou sobre os momentos de tensão que viveu.

“Pegou no pescoço, me apertou”, lembrou. “Ele estava me ameaçando e apertando meu pescoço. Na hora que a polícia chegou, para mim, foi um alívio.”

Segundo os policiais, a vítima sofreu apenas um pequeno corte na mão. Os funcionários da lotérica não gravaram entrevista, mas disseram que o invasor era dependente químico.

O homem responsável pelo ataque foi detido. Levado para a delegacia, ele confessou ser usuário de drogas e disse que tinha a intenção de roubar, mas que desistiu depois do tumulto que se formou. A faca usada no crime foi apreendida.

O suspeito de 33 anos já tinha passagem policial por roubo qualificado. Indiciado por furto e tentativa de roubo com retenção de vítima, ele teve a prisão em flagrante convertida em preventiva.

  • Brasil Urgente
  • São Paulo
  • auxílio emergencial