Brasil Urgente

Idoso tem mal súbito e morre após dormir na rua em madrugada gelada em SP

Idoso morreu enquanto esperava para receber café da manhã em centro de acolhimento para pessoas em situação de rua

Cesar Cavalcante 18/05/2022 • 17:57 - Atualizado em 18/05/2022 • 20:01
Idoso tem mal súbito e morre após dormir na rua após madrugada gelada em SP
Idoso tem mal súbito e morre após dormir na rua após madrugada gelada em SP
Reprodução

Um idoso sofreu um mal súbito e morreu na fila para receber o café da manhã em um centro de acolhimento para pessoas em situação de rua em São Paulo. Ele passou a noite dormindo na rua na madrugada mais fria do ano na capital paulista.

O local estava fechado durante a madrugada e abriu pela manhã desta quarta-feira (18) para a entrega das refeições.

Segundo testemunhas, vítima chegou a passar pela triagem e, antes de pegar o café, sofreu um mal súbito. A morte foi constatada por um médico do Samu.

O homem se chama Isaías de Faria. Ele tinha 67 anos e, segundo outro homem que passou a noite com ele, o senhor dormiu na calçada, nas proximidades do núcleo de acolhimento. 

Segundo o boletim de ocorrência, a "morte teria ocorrido por um "mal súbito" com evolução de parada cardiorrespiratória", mas o laudo que vai confirmar o que provocou a morte ainda será elaborado. 

O núcleo de convivência fica no Belenzinho, na zona leste de São Paulo, é gerido pelo Centro Social Nossa Senhora do Bom Parto e conveniado com a Prefeitura de São Paulo. O padre Júlio Lancelotti, da Pastoral Povo da Rua, disse que chegou a pedir à administração municipal que o espaço ficasse aberto de madrugada para acolher quem dorme na rua, mas não houve resposta. 

“A prefeitura ainda está patinando. Nós pedimos para abrir 40 leitos. Eles mandam beliches, colchões e autorizam. Mas isso tem que ser ágil. As pessoas viram números”, disse.