Brasil Urgente

Imagens mostram diretor de prisão entregando sanduíche a Dr. Jairinho

Padrasto de Henry Borel não teria ficado em cela durante passagem por presídio em Benfica

Da Redação, com Brasil Urgente 16/04/2021 • 17:20

Imagens registradas no interior da Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, região central do Rio de Janeiro, mostra regalias às quais o vereador Dr. Jairinho teve acesso após ser preso em 8 de abril. Ele foi posteriormente transferido para Bangu 8.

Dr. Jairinho é investigado pela morte do enteado, Henry Borel, 4 anos, em 8 de março. A mãe do menino, Monique Medeiros, também está presa, mas em Niterói.

Segundo denúncias, o vereador teria ficado na sala de um diretor do presídio de Benfica durante todo o tempo em que esteve na instituição, sem ser levado para uma cela comum. Além disso, teria almoçado o mesmo cardápio do diretor, e não a comida oferecida aos detentos.

Imagens obtidas pelo jornal O Globo mostram Dr. Jairinho recebendo um sanduíche do diretor do presídio, Ricardo Larrubia da Gama. A entrega de lanches a detentos pelo diretor não é considerada um procedimento padrão.

Procurada, a Seap (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária) do Rio de Janeiro informou que não abriu um procedimento interno para averiguar se houve tratamento privilegiado a Dr. Jairinho. As imagens chegaram a ser analisadas.

A secretaria informou ainda que o vereador recebeu o mesmo lanche entregue a outros presos que estejam em trânsito para audiências judiciais.

Após as denúncias iniciais, Ricardo Larrubia da Gama e outros funcionários pediram exoneração. No entanto, o diretor assumiu outra instituição, o Instituto Penal Cândido Mendes, no centro do Rio.

  • Dr. Jairinho
  • Rio de Janeiro
  • Henry Borel