Brasil Urgente

Justiça decreta prisão preventiva de homem que matou três vizinhos em Mairiporã (SP)

Renato Nunes Conscentino atacou cinco pessoas em uma propriedade rural; três morreram

Da Redação, com Brasil Urgente 23/09/2021 • 17:22 - Atualizado em 23/09/2021 • 17:39

Renato Nunes Conscentino, preso nesta quarta-feira (22) após a morte de três pessoas de uma mesma família na zona rural de Mairiporã, na região metropolitana de São Paulo, teve o flagrante convertido em prisão preventiva na tarde desta quinta-feira (23). As informações são do Brasil Urgente.

Conscentino se entregou às autoridades após ser convencido pela esposa. Agora, passada a audiência de custódia, aguardará preso pelo julgamento. A investigação ainda buscas pistas dos crimes.

Na madrugada da quarta-feira, Renato deixou a casa onde mora no alto de uma montanha e foi por uma trilha até a chácara dos vizinhos. Lá, em um ataque de fúria, matou três pessoas e deixou outras duas gravemente feridas.

A primeira vítima foi atacada do lado de fora de uma das casas. Atingida por uma faca, ela sobreviveu.

Na sequência, Conscentino entrou em uma das casas na propriedade rural e atacou José Benedito da Silva, de 78 anos. A esposa do idoso, Emília da Luz Silva, de 74 anos, estava em outro quarto e também foi esfaqueada. Mais tarde, Ailton Aparecido Santiago foi atacado em outro cômodo e também morreu.

A casa onde os três foram atacados foi incendiada e teve o telhado destruído pelas chamas. Os corpos das três pessoas foram encontrados carbonizados.

De acordo com a investigação, o motivo do ataque foi o fato de os vizinhos queimarem lixo no fundo do terreno – a fumaça subia em direção à casa de Renato. Ele se revoltou ainda mais pelo fato de a esposa ter graves problemas respiratórios.

  • Mairiporã
  • SP