Brasil Urgente

Médica acusada de fraude na saúde dá tapa em delegada e acaba presa em SP

Mulher não queria que a polícia entrasse no local, mesmo com ordem judicial

Da Redação 18/08/2021 • 17:14 - Atualizado em 28/08/2021 • 18:05

A delegada Ivalda Aleixo foi surpreendida com um tapa ao cumprir um mandado de busca e apreensão em Limeira, no interior de São Paulo, na casa de uma médica suspeita de participar de golpe na área de saúde no Distrito Federal. A ação faz parte da Operação Ethon, que aconteceu em São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro, Bahia, e Tocantins.

A mulher não queria que a polícia entrasse no local, mesmo com ordem judicial, e recebeu os policiais com tapas, socos, ofensas e ameaças. Ela foi presa por resistência, desacato e desobediência a ordem judicial.

A empresa Imas, com a qual a médica teria ligação, teria recebido R$ 20 milhões do Distrito Federal para construir leitos exclusivos para pacientes com Covid-19, mas nenhum foi entregue. 

A investigação é do Ministério Público do Distrito Federal, em um desdobramento da operação Falso Positivo, quando testes pra Covid-19 que não funcionavam foram comprados com preço superfaturado.

  • crime; São Paulo; fraude