Brasil Urgente

Operação contra PCC prende 4 com cartas vindas de presídio em SP

Polícia cumpriu 19 mandados de busca e apreensão e cinco de prisão em várias cidades após seis meses de investigação

Clara Nery 10/01/2022 • 19:04 - Atualizado em 10/01/2022 • 19:05
Uma das mulheres ligadas ao PCC presa na ação do DEIC em SP
Uma das mulheres ligadas ao PCC presa na ação do DEIC em SP
Reprodução/Band

Quatro pessoas ligadas à facção PCC foram presas em uma operação policial deflagrada nesta segunda-feira (10) pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC). Um menor também foi apreendido na ação.

Todos já possuíam passagens pela polícia por tráfico de drogas e outros crimes patrimoniais, como receptação. Entre os detidos estavam duas mulheres e uma das lideranças da facção criminosa.

O que chamou atenção durante a operação foram os materiais apreendidos, com destaque para uma série de cartas de integrantes da facção que estão presos, que serão analisadas ainda pela perícia. Diversos celulares, computadores e anotações também vão passar por análise.

Segundo as investigações, o menor era responsável por abastecer pontos de drogas em um dos municípios de São Paulo. Ele foi apreendido e prestou depoimento acompanhado pelos responsáveis.

O quinto mandado de prisão permanece em aberto e o investigado segue foragido. As investigações continuam até os agentes o localizarem.

A ação, que contou com 31 equipes da Delegacia de Investigações sobre Roubos e Furtos de Veículos (Divecar) e duas equipes da Divisão de Investigações sobre Crimes contra o Patrimônio (DISCCPAT) ocorreu nos municípios de São Paulo, Santana de Parnaíba, Barueri, Jandira, Osasco, Carapicuíba, na região metropolitana, e Colina, no interior paulista, cumprindo 19 mandados de busca e apreensão e cinco de prisão temporária.

O delegado Akhenaton Nobre disse ao Brasil Urgente que a operação foi resultado de seis meses de investigações.