Brasil Urgente

Ladrões que invadiram casa de Padre Alessandro são identificados

Polícia prendeu uma mulher suspeita de envolvimento no assalto

Por Kelly Dias

Padre Alessandro foi assaltado em SP
Padre Alessandro foi assaltado em SP
Reprodução/Brasil Urgente

Dos cinco criminosos que estão envolvidos no roubo à casa do padre Alessandro Campos em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, três foram identificados. O primeiro foi o criminoso que teve o rosto reconhecido pelo identificador facial do condomínio onde o pároco mora. 

O bandido, conhecido como ‘Malboro’, havia sido contratado por um empreiteiro para trabalhar na reforma da casa do padre. Ele foi demitido dias depois, por passar muito tempo no celular. Para o delegado responsável pelo caso, ele era o cabeça do plano. 

“Ele vai até o monitoramento, mantém um diálogo com o agente à distância, dizendo que estava ali para pegar umas ferramentas. Na verdade, eles estavam prontos para o assalto”, conta o delegado ao Brasil Urgente.

Com antecedentes por roubo de carga, ele havia proposto a outro funcionário da obra para que se juntasse a ele em mais uma ação criminosa. Um dos envolvidos já confessou a participação e que levou Malboro e o bando para o local do crime. Os outros três participantes no crime seriam da capital paulista. 

O motorista da kombi também foi interrogado e os policiais encontram R$ 8 mil roubados do padre na casa dele. O bandido com ficha criminal foi quem ficou ameaçando as vítimas com um revólver e serrote. Outros R$ 8 mil foram encontrados na casa de ‘Malboro’. O criminoso não estava, mas a esposa acabou presa por suspeita de ajudar no planejamento do crime. 

Agora o delegado espera identificar os outros dois bandidos que estavam na kombi e mais um, que estaria do lado de fora da casa, monitorando a presença de segurança ou de policiais. A quadrilha teria levado 48 horas para planejar a ação. 

Tópicos relacionados