Brasil Urgente

Polícia descobre que PCC tinha espião para assumir o jogo do bicho no MS

Irmão de Marcola enviou um homem para dominar os jogos ilegais de azar em Campo Grande

Felipe Garraffa

Polícia descobre que PCC tinha espião para assumir o jogo do bicho no MS
Reprodução/Brasil Urgente

A Polícia Federal descobriu que o PCC tinha um espião relacionado com Marcola para assumir o jogo do bicho no estado do Mato Grosso do Sul. A base da facção que tentava dominar a região ficava no Ceará, sob comando do irmão do líder do PCC, Alejandro Herbas Camacho Junior, que enviou Henrique Abrão Gomes para dominar os jogos de azar na região.. 

As atividades criminosas também envolviam a loteria esportiva. A Polícia Federal descobriu antes do Comando Vermelho, que, segundo a investigação, chegou a proibir a presença de lotéricas do PCC nas áreas dominadas pela facção carioca. 

O Primeiro Comando da Capital conseguiu movimentar R$ 300 milhões em 11 anos no Nordeste, somente com o jogo do bicho, tráfico de drogas e armas. Além do irmão de Marcola, o sobrinho do líder máximo do PCC também estava envolvido: Leonardo Alexander Ribeiro Herbas Camacho, que morava em Itajaí, Santa Catarina, e a partir do sul do país gerenciava o crime. 

Além do sobrinho do Marcola, a cunhada do chefão do PCC também foi presa. Francisca Alves da Silva, conhecida como "Preta" foi presa em um condomínio de luxo em Arujá, na grande São Paulo. Ela morou há alguns meses na Argentina. O nome dela chegou a aparecer na difusão vermelha da Interpol. 

Também foram presos Geomar Pereira de Almeida - apontado pela Polícia Federal como bicheiro -, a mulher dele e Menesclau de Araújo Souza Júnior, o Coxinha, acusado de gerenciar no Ceará os negócios dos irmãos Camacho

Banner Whatsapp

Tópicos relacionados