Brasil Urgente

Preso último suspeito por tortura e assassinato de casal de idosos em SP

Crime foi cometido em abril do ano passado; outros três suspeitos já tinham sido presos

Carol Mattos 21/01/2022 • 19:17

Um jovem de 18 anos foi preso por policiais militares do 4° BAEP enquanto tentava fugir em um carro de aplicativo para rodoviária de São Paulo. Segundo a polícia, ele confessou a participação na morte de Shideko Simomura, conhecida como Cidinha, de 84 anos, e do marido dela, Tethuo Simomura, de 93 anos. Outros três criminosos já tinham sido presos.

O suspeito estava foragido há 9 meses, acusado de ser um dos autores do latrocínio, roubo seguido de morte de um casal de idosos que foi torturado dentro de casa na Capela do Socorro, zona sul de São Paulo, em abril do ano passado.

No dia do crime que chocou a população pela crueldade, quatro bandidos invadiram a casa dos idosos. Como não encontraram nenhum objeto de valor, eles torturaram a mulher de 84 anos e o marido de 93 e, em seguida, fugiram.

Shideko Simomura, conhecida como dona Cidinha, de 84 anos, foi espancada e torturada até a morte na frente do marido. Tethuo Simomura, de 93 anos, também bastante ferido, conseguiu sair da casa para pedir ajuda. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

Uma câmera de segurança da rua lateral gravou a chegada de um dos suspeitos na casa das vítimas. Sozinho, o bandido caminha pela rua até chegar a casa dos idosos na esquina. 

As imagens não mostram como a quadrilha entrou na residência. Mas, depois de 1h20, o grupo vai embora pelo portão dos fundos da casa nessa mesma rua lateral. As imagens mostram que os assassinos caminham tranquilamente e como se nada tivesse acontecido.