Brasil Urgente

Sindicato dos metroviários de SP suspende greve em assembleia

A categoria reivindica aumento salarial, desenvolvimento de plano de carreira, reajuste de benefícios, reintegração de funcionários

Da redação

Em assembleia realizada na noite desta terça-feira (21), o Sindicato dos metroviários de SP suspendeu a greve que aconteceria na capital paulista. 

Mais cedo, a presidente do Sindicato dos metroviários, Camila Lisboa, afirmou ao vivo no Brasil Urgente que a greve não aconteceria. Segundo Camila, o metrô atendeu algumas das reivindicações e que a assembleia deve votar pela não realização da greve. 

“Nesta semana houve um desenvolvimento dessa negociação. O metrô apresentou algumas respostas sobre algumas reivindicações nossas. Ainda falta muita coisa para ser feita, mas houve um comprometimento de ser apresentação de uma proposta global no próximo dia 5 e já manifestando o atendimento de outras reivindicações. E diante disso eu posso te dizer, e para toda a população que está nos assistindo, os metroviários vão defender agora na assembleia para suspender a greve de amanhã, para não ter greve amanhã”, disse Camila.

A categoria reivindica aumento salarial, desenvolvimento de plano de carreira, reajuste de benefícios, reintegração de funcionários demitidos e novas contratações e novos concursos públicos.

Segundo o sindicato, ocorreram 5 reuniões de negociação, nos dias 16/4, 23/4, 30/4, 7/5 e 14/5, ocasiões em que foi solicitado que o Metrô entregasse uma proposta para evitar a greve.

Banner Whatsapp

Tópicos relacionados