Notícias

'Inteligência Artificial não é nem inteligente, nem artificial', diz Miguel Nicolelis

Convidado do Canal Livre deste domingo (16) cita que a I.A não pode substituir ou superar o ser humano

Da redação

'Inteligência Artificial não é nem inteligente, nem artificial', diz Miguel Nicolelis
Reprodução/Canal Livre

Para o neurocientista Miguel Nicolelis, a inteligência artificial não irá superar a humana. O especialista debateu sobre os avanços da tecnologia durante o Canal Livre que será exibido neste domingo (16). Nicolelis cita que a I.A “não é nem inteligente, nem artificial” e que a ideia dela ser poderosa é um mito urbano. 

“Falo isso há anos. A inteligência é uma propriedade dos organismos, é aquilo que surgiu para otimizar a nossa chance de sobreviver em um mundo que muda continuamente. A inteligência é uma propriedade da matéria orgânica e não é reduzível ao algoritmo, não é computável. É um dos fenômenos matemáticos que não são computáveis”, pontuou o neurocientista no programa. 

Nicolelis explica também o porquê da I.A não poder ser considerada inteligente ou artificial. “A inteligência artificial não é inteligente porque a inteligência é copiada da matéria orgânica e não é artificial porque é feita pelo ser humano, tem um exército de pessoas atrás dela para fazer funcionar, como programadores, pessoas que validam o conteúdo”, explica. 

Ao ser questionado sobre a possibilidade da I.A ultrapassar os limites do conhecimento humano, Nicolelis cita que nada irá superar o pensamento orgânico. “A inteligência humana nem é replicável, nem pode ser suplantada por um sistema digital. A nossa inteligência vem de um computador orgânico, funciona em analógico, preenche tudo entre 0 e 1, enquanto a binária é neste padrão”, cita. 

O BandNews TV, na TV fechada e o canal Band Jornalismo, no YouTube, transmitem o Canal Livre às 20h. Depois do “Top Cine”, o programa é reexibido na TV aberta, na tela da Band, às 23h30. 

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais