Notícias

Casamento de Lula e Janja reúne políticos e artistas; veja fotos

Cerimônia para 220 convidados foi realizada de forma discreta em São Paulo

Narley Resende 19/05/2022 • 08:59 - Atualizado em 19/05/2022 • 09:13
Lula e Janja se casam em São Paulo
Lula e Janja se casam em São Paulo
Ricardo Stuckert

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), pré-candidato à Presidência da República, e a socióloga Rosângela Silva, conhecida como Janja, se casaram nesta quarta-feira (18) em São Paulo, em cerimônia para 220 convidados.

O casal tentou manter discrição das informações sobre a festa, para evitar protestos de opositores políticos e problemas relacionados à segurança. 

O evento fechado de casamento aconteceu em uma casa de festas no bairro Brooklin, na zona sul da capital, e a maioria das fotos disponíveis está em redes sociais de convidados. 

O local foi mantido em sigilo até o último momento possível; os convidados só souberam do endereço horas antes por meio de um QRCode impresso no convite. 

Lula e Janja saíram por volta de meia-noite, sem falar com a imprensa, e a festa continuou para os convidados até 3h30. 

Entre os cerca de 200 convidados estavam o cantor Gilberto Gil e a filha Bela Gil, o ex-BBB Gil do Vigor e as cantoras Daniela Mercury e Teresa Cristina, além de políticos como Dilma Rousseff (PT), Gleisi Hoffmann (PT), Fernando Haddad (PT), Geraldo Alckmin (PSB)  e Marcelo Freixo (PSB). 

Janja 

Rosângela Silva, de 55 anos, conhecida como “Janja”, ficou nacionalmente conhecida em 2019, quando Lula ainda estava preso na Polícia Federal de Curitiba. 

O ex-presidente ficou detido por 580 dias por consequência de uma condenação que posteriormente foi anulada pelo STF (Supremo Tribunal Federal). Ele contou em entrevistas que Janja o visitava com frequência no período e que os dois estão juntos desde 2018.

A socióloga estudou na UFPR (Universidade Federal do Paraná) entre 1990 e 1994 e especializou-se em História, pela UFPR, e em Gestão Social e Desenvolvimento Sustentável, pela Universidade Positivo. 

Trabalha desde janeiro de 2005 na Itaipu Binacional, nos cargos de coordenadora de programa e de assistente da direção-geral. 

Entre 2012 e 2016, esteve cedida à Eletrobras, no Rio de Janeiro, como coordenadora de asseguração da Comissão de Sustentabilidade das empresas vinculadas à estatal. 

Janja está filiada ao PT desde 1983. No Instagram, a socióloga mantém o perfil fechado e é seguida por pouco mais de 750 pessoas.