Notícias

Casamento ou azar: curiosidades sobre o ano bissexto

A cada quatro anos, calendários registram o 29 de fevereiro. Data é marcada por antigas tradições e crendices

Por Deutsche Welle

O que acontece a cada quatro anos e pode causar tanto uma grande alegria quanto reflexões sobre maldições inevitáveis? Não, não estamos falando da Copa do Mundo, mas sim de um ano bissexto, aquele tem duração de 366 dias – um dia a mais do que os outros anos fixado em 29 de fevereiro.

Quem nasce em 29 de fevereiro — aproximadamente cinco milhões de pessoas em todo o mundo — enfrenta o dilema de escolher em qual dia celebrar seus aniversários nos anos não bissextos. Contudo, também podem aguardar um evento especial quando a data realmente aparece no calendário, como acontecerá em 2024.

Os anos bissextos possuem várias tradições e curiosidades ao redor do mundo. Confira algumas delas:

Uma oportunidade inusitada para mulheres

Na Irlanda, o dia 29 de fevereiro é denominado Dia do Solteiro ou Privilégio da Dama. Inspirado na lenda de Santa Brígida e São Patrício, esse dia é tradicionalmente visto como uma ocasião em que as mulheres têm a permissão histórica de pedir os homens em casamento.

Diz-se que Santa Brígida, uma freira do século 5, teria feito um acordo com São Patrício, o santo padroeiro da Irlanda, para que as mulheres pudessem fazer pedidos de casamento neste dia especial.

Essa tradição foi supostamente fortalecida por uma lei escocesa anunciada em 1288, quando ainda era proibido o pedido de casamento feito por mulheres; uma exceção foi criada para essa proibição para o dia 29 de fevereiro. A legislação até determinava que se um homem recusasse um pedido nesse dia, estaria sujeito ao pagamento de uma multa.

Outras interpretações da tradição baseiam-se em um período em que a lei inglesa não reconhecia 29 de fevereiro como um dia legal. Mulheres teriam aproveitado essa brecha burocrática para tomar a iniciativa de ficar noivas.

Por volta de 1900, a tradição de pedidos de casamento feitos por mulheres nesta data tinha se espalhado para os Estados Unidos. O filme americano "Casa Comigo" de 2010 foi inspirado por essa tradição. A comédia romântica narra a história de Anna, interpretada por Amy Adams, que viaja de Boston para Dublin no Dia do Solteiro Irlandês para encontrar seu namorado, Jeremy (Adam Scott), e para pedi-lo em casamento.

A ideia das mulheres fazerem pedidos de casamento no último dia de fevereiro em anos bissextos também foi incorporada na Dinamarca e na Finlândia.

Na Dinamarca, segundo a tradição, se um homem recusa um pedido, ele deve presentear a mulher com 12 pares de luvas para ela poder esconder a suposta "vergonha" de não ter um anel para mostrar. Na Finlândia, o homem deve presentar a mulher com tecido suficiente para a costura de uma saia, embora a ligação com a falta de um pedido de casamento seja menos clara.

Má sorte?

Em alguns países, acredita-se que anos bissextos tragam má sorte. Na Alemanha, por exemplo, um antigo ditado local, "Schaltjahr gleich Kaltjahr", de maneira simplificada, sugere que um ano bissexto será um ano frio.

Uma tradição alemã bastante animada recebe uma reviravolta a cada quatro anos, embora não diretamente no dia 29 de fevereiro. Nos anos não bissextos, na noite anterior ao dia 1º de maio, os adolescentes na região do Reno cortam árvores de bétula, as enfeitam com fitas e as fixam na frente da casa da garota que admiram, criando uma expressiva e pública declaração de amor. Nos anos bissextos, a tradição se inverte, e são as garotas que realizam esse gesto.

No entanto, mundialmente, a inclinação predominante sugere uma tendência para a má sorte. Em Taiwan, por exemplo, o ano com um dia a mais é considerado um período de azar porque muitos acreditam que pais idosos têm maior probabilidade de falecer a cada quatro anos. Para ajudar a promover a longevidade, as filhas casadas devem retornar para casa durante o ano bissexto com macarrão para seus pais. O prato seria tão delicioso e saudável, o que ajudaria a combater a má sorte que o ano bissexto pode trazer.

O casamento e a má sorte se entrelaçam no sagrado matrimônio na Grécia, onde juramentos feitos em 29 de fevereiro são vistos como repletos de má sorte, indicando que esses casamentos estão destinados a terminar em divórcio. Da mesma forma, se alguém se divorciar nesse dia específico, os gregos acreditam que essa pessoa está condenada a nunca mais encontrar o amor..

Celebrando na Capital Mundial do Ano Bissexto

Para quem nasceu num 29 de fevereiro e deseja comemorar o aniversário de uma forma especial, a dica é estar em Anthony, uma cidade na fronteira entre o Texas e o Novo México. Na cidade, realiza-se em anos bissextos um festival de vários dias, cuja proposta foi apresentada ao conselho municipal em 1988 pelas amigas Mary Ann Brown e Birdie Lewis, ambas nascidas em 29 de fevereiro.

Brown entrou em contato com os governantes locais, e a festa de aniversário de nascidos em anos bissextos ficou popular, fazendo com que a cidade seja agora conhecida como a "Capital Mundial do Ano Bissexto", atraindo pessoas de todos os lugares.

É claro que isso acontece apenas a cada quatro anos e, ao contrário da Copa do Mundo, todos são vencedores, e não há sinal de má sorte à vista.

Autor: John Silk

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais