Notícias

CCR vence leilão e renova concessão da Via Dutra por mais 30 anos

Grupo vai pagar R$ 1,77 bilhões de outorga para operar a rodovia Presidente Dutra e trecho da Rio-Santos

Pedro Dobal, da BandNews FM, com Band Vale e Jornal da Band 29/10/2021 • 15:17 - Atualizado em 29/10/2021 • 20:31

O Grupo CCR venceu o leilão das concessões da Rodovia Presidente Dutra e de um trecho da Rio-Santos. A empresa vai pagar R$ 1,77 bilhões de outorga para operar as rodovias, renovando a posse de sua concessão pelos próximos 30 anos.

A companhia, que já opera a Dutra há 25 anos, venceu a concessão no evento realizado na Bolsa de Valores de São Paulo, nesta sexta-feira (29), após oferecer o maior desconto sobre a tarifa básica do pedágio: 15,31%. A outorga chega a R$ 1,77 bilhão. Concorrente no pregão, a Ecorodovias ofereceu desconto de 10,60%.

O trecho concedido liga as duas maiores regiões metropolitanas do Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro. Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), além de ser a principal conexão entre o Nordeste e o Sul do país, também tem o maior volume diário de tráfego.

Somados, os trechos das duas rodovias têm um total de 625,8 quilômetros. Para a Presidente Dutra, o trecho em leilão vai do município de São Paulo à divisa com o estado do Rio de Janeiro, em Seropédica (RJ). Já na Rio-Santos, o trecho vai da capital fluminense até Ubatuba, no litoral paulista.

Comandado pela ANTT e pelo Ministério da Infraestrutura, o evento é considerado o maior leilão rodoviário já feito no país.

A previsão é de um investimento de quase R$ 15 bilhões, com mais cerca de R$ 11 bilhões de custos operacionais. Cerca de 218 mil empregos devem ser gerados no período.  

A nova concessão terá duração de 30 anos, com possibilidade de prorrogação por mais cinco anos. Estão previstas melhorias como ampliação da capacidade, duplicações, implantação de terceiras e quartas faixas e vias marginais.

O Ministério da Infraestrutura projeta redução de até 35% no pedágio, mas o número de pagantes vai aumentar. Atualmente, o trecho de Guarulhos, na região de metropolitana de São Paulo, não sofre com cobranças. Na nova concessão, será criado um pedágio sem cancelas por quilômetro percorrido. A cobrança será pela placa do veículo.

O leilão de nova concessão da Via Dutra acontece no ano em que a rodovia completa 70 anos.