Notícias

Centro de contingência do coronavírus recomendou ao governo de SP a adoção de medidas mais restritivas

Da Redação com Rádio Bandeirantes 27/11/2020 • 07:41
Coordenador-executivo do comitê de saúde, João Gabbardo
Coordenador-executivo do comitê de saúde, João Gabbardo
Governo de SP

O centro de contingência do coronavírus recomendou ao governo de São Paulo a adoção de medidas mais restritivas no enfrentamento da pandemia. A afirmação é do coordenador-executivo do comitê, João Gabbardo. As informações são da repórter Maira Di Giaimo, da Rádio Bandeirantes.

Por enquanto, nenhuma nova medida restritiva foi decretada no estado. Isso porque, segundo o governo, houve queda de 11% nos casos e de 15% nos óbitos nesta semana, em relação à anterior. Apenas as internações tiveram uma ligeira alta, de 1%.  

A reclassificação de fases do plano de flexibilização da quarentena está marcada para a próxima segunda-feira. Caso haja piora nos indicadores, as atividades de lazer serão as primeiras a ter aumento de restrições.

Durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira, o governador de São Paulo também criticou a falta de planejamento para vacinação, por parte do Ministério da Saúde. João Doria disse ainda que não há motivo para não incluir a vacina CoronaVac no plano.

Segundo o Ministério da Saúde, o plano de vacinação contra a Covid-19 será divulgado na semana que vem.  

  • Coronavírus
  • João Gabbardo
  • Covid-19