Notícias

China pede "calma e moderação" de Irã e Israel após ataque

O país também revelou estar "profundamente preocupado" com a situação atual no Oriente Médio

Da redação

China pede "calma e moderação" de Irã e Israel após ataque
China pede "calma e moderação" de Irã e Israel após ataque
Pixabay

A China revelou estar “profundamente preocupada” com a situação atual no Oriente Médio, segundo um porta-voz do Ministério de Relações Exteriores do país neste domingo, após o Irã ataca Israel com mais de 300 lançamentos de drones e misseis. 

O Ministério das Relações Exteriores destacou que Pequim pede "calma e moderação" a ambos os lados para evitar mais violência na região.

O governo Xi Jinping também ressaltou a importância da comunidade internacional, especialmente países que têm influência sobre as duas nações. Para os chineses, é preciso exercer um papel "construtivo em prol da paz e estabilidade na região".

A China possui uma relação diplomática e econômica muito próxima com o Irã. Na semana passada, os Estados Unidos teriam pedido o país convencer Teerã a não atacar Israel, mas a Casa Branca acredita que os asiáticos não fizeram grandes esforços nessa direção.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais