Notícias

Coreia do Norte confirma surto de Covid-19 pela primeira vez

Ditador Kim Jong-un ordenou um confinamento nacional

Da Redação, com BandNews TV 12/05/2022 • 11:30 - Atualizado em 12/05/2022 • 13:38

A Coreia do Norte confirmou o seu primeiro surto de Covid-19 desde o início da pandemia. Em mensagem difundida através da agência estatal KCNA, o surto foi chamado de a "mais grave emergência nacional". O ditador Kim Jong-un ordenou um confinamento nacional.  

De acordo com a agência Reuters, que cita a KCNA, foram detectados casos da variante Ómicron em Pyongyang, a capital norte-coreana.  

"Ocorreu um caso de emergência nacional muito grave: criou-se uma brecha na nossa frente de emergência de prevenção de epidemia que nos defendeu durante dois anos e três meses desde fevereiro de 2020", avançou a agência noticiosa estatal. 

Segundo a mesma fonte, foram analisadas amostras datadas de 8 de maio pertencentes a pessoas que estavam com febre. Não se sabe quantos casos foram identificados.  

Kim Jong-un ordenou que todas as cidades e condados do país entrassem em confinamento.  

"O trabalho nacional de prevenção de epidemias será mudado para o sistema de prevenção de epidemias de emergência máxima", indicou a KCNA.  

A Coreia do Norte, ao contrário da vizinha Coreia do Sul, nunca confirmou qualquer caso de infeção pelo coronavírus. 

O país recusou receber vacinas quer através do programa COVAX, quer através da China, o que faz crer que os civis nunca foram vacinados. As fronteiras foram fechadas durante a pandemia.