Notícias

CPI: Alessandro Vieira pede indiciamento de Bolsonaro, Pazuello, Guedes e outros 15

Senador protocolou relatório com sugestões para o parecer final da comissão

da Redação com BandNews TV 16/10/2021 • 07:51 - Atualizado em 16/10/2021 • 10:52

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) protocolou nesta sexta-feira (15) no Senado Federal o primeiro relatório com sugestões ao parecer final da CPI da Covid. 

O documento pede o indiciamento de 18 pessoas, incluindo o presidente da República, Jair Bolsonaro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e os ex-ministros da Saúde e das Relações Exteriores, Eduardo Pazuello e Ernesto Araújo.

Segundo informações da BandNews TV, o texto é separado em cinco tópicos: gestão e definição de políticas públicas do combate à pandemia, mortes evitáveis, indícios de mau uso de recursos públicos, análise de pareceres, e notas técnicas, além de propostas legislativas.

Todos os relatórios devem ser lidos na próxima terça-feira (19). Na quarta (20), os senadores vão definir qual versão final eles preferem. Há possibilidade de haver um apensamento, ou seja, a união entre pareceres.

Reta final da CPI da Covid

Antes da conclusão dos trabalhos, a comissão ouve, na segunda (18), o depoimento de Nelson Mussolini, representante do Conselho Nacional de Saúde (CNS) e integrante da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec), que assessora o Ministério da Saúde. 

Os senadores querem saber se Bolsonaro e o ministro Marcelo Queiroga pressionaram o órgão para adiar a análise de um parecer contrário ao uso de remédios sem comprovação contra covid-19, incluindo a cloroquina.  

No mesmo dia, a CPI ouve familiares de vítimas da doença.

O documento deve conter cerca de mil páginas e propor, no total, o indiciamento de mais de 50 pessoas, incluindo os três filhos de Bolsonaro e o ex-ministro Pazuello.

Os governistas preparam também outro documento com foco no desvio de dinheiro público por partes dos estados.