Notícias

Destroços de foguete chinês caem no Oceano Índico, na região das Maldivas

Imagens captadas por telescópios revelam que o foguete tinha se tornado um entulho enorme de 22 toneladas

Da redação, com BandNews TV 09/05/2021 • 08:30 - Atualizado em 09/05/2021 • 08:35

Os destroços do maior foguete já lançado pela China reentraram na atmosfera da Terra na madrugada deste domingo (09). Os pedaços do foguete de 18 toneladas caíram no Oceano Índico, na região das ilhas Maldivas.

A informação foi confirmada pela agência espacial chinesa. A espaçonave, chamada de Longa Marcha, decolou na semana passada em missão não-tripulada, levando um módulo da futura estação espacial chinesa.

Imagens captadas por telescópios revelam que o foguete tinha se tornado um entulho enorme de 22 toneladas com cerca de 30 metros de largura e 5 metros de altura. 

O foguete chinês saiu de órbita depois de se separar da futura estação espacial de Pequim.

Não é de hoje que o lixo espacial gera preocupação aqui na Terra. A Nasa (Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço, a agência espacial dos EUA) mantém um programa de monitoramento desde 2001, e agências espaciais em todo o mundo seguem protocolos para evitar aumentar o volume de detritos na órbita da Terra.

  • Foguete chinês