Notícias

Foguete da SpaceX colidirá com a Lua; impacto pode causar cratera de 10 metros

Colisão não havia sido programada

da redação com BandNews TV 28/01/2022 • 09:07 - Atualizado em 28/01/2022 • 11:06

Um foguete da SpaceX que decolou há 7 anos vai colidir com a Lua no dia 4 de março. Segundo o cálculo de especialistas, o impacto, que não havia sido programado, poderá causar uma cratera de cerca de 10 metros de diâmetro no satélite natural da Terra. 

“Foguetes impactarem na Lua não é um fato comum. Na verdade, esse vai ser o primeiro caso de foguete que vai impactar não-intencionalmente. Já houve missões no passado em que impactaram a Lua intencionalmente para estudar esse impacto, pegar imagem, o tamanho da cratera, a quantidade de matéria ejetada", contou Cristóvão Jacques, engenheiro do canal AstroNews, à BandNews TV.

O especialista explicou que os satélites costumam ser lançados ao espaço acoplados em um foguete. Em determinando momento, eles se desacoplam e cada um segue sua órbita – virando, posteriormente, lixo espacial. 

Este foguete, no caso, foi usado 7 anos atrás para liberar o satélite Deep Space Climate Observatory (DSCOVR). 

Vídeo: Turismo espacial - SpaceX volta à Terra

"O satélite vai para a órbita planejada e o foguete segue outra órbita. O que aconteceu com esse da SpaceX foi isso: ele ficou em órbita em torno do Sol e coincidentemente, em dezembro, foi detectado por programas de busca de asteroides. Com observações de vários astrônomos, conseguiram detectar a órbita e viram que terá impacto na Lua no dia 4 de março."

“A cada satélite lançado, tem um foguete que o empurrou. Esse foguete vira lixo espacial, assim como o satélite, depois de acabar sua vida útil. A cada lançamento temos esses dois componentes de lixo espacial.”

Infelizmente, para os amantes do espaço, o impacto acontecerá no lado oculto da Lua (o hemisfério lunar que não pode ser visto da Terra) e não poderá ser acompanhado.