Notícias

Força Nacional não atuará nas buscas pelo serial killer Lázaro

Polícia entra neste sábado no 11º dia de buscas

da Redação com BandNews TV 19/06/2021 • 09:18 - Atualizado em 21/06/2021 • 18:07
Homens da Força Nacional de Segurança Pública
Homens da Força Nacional de Segurança Pública
Divulgação

A Força Nacional não irá reforçar, neste momento, as buscas pelo serial killer Lázaro Barbosa em Goiás. A informação foi divulgada na manhã deste sábado (19) pela BandNews TV e contraria o que havia sido dito durante a semana pelo secretário de Segurança Pública do estado, Rodney Miranda.  

Segundo as informações iniciais da pasta, 20 homens da Força Nacional seriam enviados de Brasília para se juntar aos cerca de 300 que compõem a força-tarefa montada na região de Cocalzinho de Goiás para capturar o criminoso.

Lázaro é suspeito de ter matado quatro pessoas da mesma família no dia 9 de junho em Ceilândia, no Distrito Federal. O maníaco ainda responde por uma série de crimes anteriores, incluindo homicídio, estupro e roubo.  

Nesta sexta (18), o suspeito foi visto nos arredores de uma chácara em Cocalzinho. Os policiais realizaram um novo cerco, mas ele conseguiu fugir mais uma vez.  

Durante o 10º dia de buscas pelo serial killer, os policiais encontraram também uma carta em um esconderijo que pode ter sido usado por ele. 

Escrita à mão, a carta possui um trecho retirado do livro “O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel”, de J.R.R. Tolkien, que diz “muitos que vivem merecem morrer” e “alguns que morrem merece viver”. Em outro trecho, afirma que “há outras forças agindo neste mundo além da vontade do mal”.

  • serial killer
  • Lázaro Barbosa
  • Goiás