Notícias

Fundação Casa investiga morte de servidor durante fuga no Guarujá, SP

Internos teriam feito reféns na unidade; sete saíram e um foi capturado

Brasil Urgente

A Fundação Casa e a Polícia Civil investigam a morte de um servidor público durante uma rebelião que terminou em fuga de adolescentes internados na Fundação Casa em Guarujá, no litoral de São Paulo. O agente socioeducativo tinha 45 anos quando foi morto durante a rebelião, que ocorreu no domingo (11). 

Após a rebelião, a situação teria ficado confusa na unidade. Um advogado de um interno que não fez parte da fuga foi até a fundação e foi informado que a unidade não teria aula nesta segunda-feira (12). “O funcionário informou que eles assistem televisão, os funcionários estão resolvendo o problema e os professores foram dispensados”, disse. 

Durante a noite de domingo, os menores teriam se rebelado e fizeram reféns na unidade, conseguido pegar as chaves das portas e fugir. Sete internos saíram e quatro foram capturados. O nome do funcionário morto na confusão não foi divulgado. 

Os menores que fugiram roubaram carros na Avenida Ademar de Barros, onde fica a unidade. 

Por meio de nota, a fundação informou que foi instaurada sindicância para investigar o caso e que presta solidariedade aos familiares do servidor morto. Disse ainda, sobre a fuga, que informou ao Judiciário e aos familiares dos adolescentes.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais