Jornal da Band

Assistente que deu arma a Alec Baldwin já havia sido demitido por tiro acidental

Acidente no set de filmagem de Rust terminou com a morte da diretora de fotografia do longa

Eduardo Barão do Jornal da Band 25/10/2021 • 20:04

O assistente que entregou uma arma carregada ao ator Alec Baldwin já tinha sido demitido de um filme pelo mesmo erro. Um disparo de Baldwin no set de filmagem do faroeste Rust matou, acidentalmente, a diretora de fotografia Halyna Hutchins.

O diretor do faroeste, que também se feriu no set de filmagem, prestou depoimento à polícia. Joel Souza disse que Alec Baldwin ensaiava uma cena, mostrando à equipe como iria tirar a arma do coldre e disparar.

Quando ele apertou o gatilho com a arma apontada em direção à câmera, atingiu Halyna no peito e Joel no ombro. Vigílias em homenagem à diretora de fotografia foram realizadas em diferentes partes dos Estados Unidos desde então.

O assistente que entregou a arma a Baldwin disse que ela era “fria” – ou seja, não tinha munição de verdade. Dave Halls já tinha sido demitido de outro filme depois de deixar uma arma carregada no set, que disparou por acidente e feriu um funcionário.

Apesar de toda a tecnologia e dos efeitos especiais de Hollywood, não é raro o uso de armas com munição real nos filmes. No entanto, sindicados da indústria do cinema e até políticos querem proibir esta prática.

O senador Dave Cortese, da Califórnia, afirmou que vai apresentar um projeto de lei proibindo o uso de balas reais nas filmagens. A polícia do condado de Santa Fe também investiga a denúncia de funcionários que relataram que outros dois disparos acidentais foram dados no set de Rust uma semana antes da morte de Halyna.