Jornal da Band

Alemanha se recusa a devolver dinossauro ao Brasil

Um fóssil chamado Bira provoca uma disputa entre pesquisadores alemães e brasileiros

Da Redação 18/09/2021 • 19:49 - Atualizado em 18/09/2021 • 20:34

Em um Museu da Alemanha está exposto o fóssil do dinossauro brasileiro Ubirajara Jubatus –Bira para os íntimos. Ele tem o porte de uma galinha, mas um valor gigante para a ciência. O fóssil do dinossauro de penas pelo corpo e cauda alongada foi encontrado no Ceará e viveu há 110 milhões de anos. O Bira está no centro de uma disputa entre Brasil e Alemanha porque teria sido levado para lá de forma ilegal em 1995.

Cientistas brasileiros só ficaram sabendo da existência dele no fim do ano passado, quando um estudo internacional descreveu o dinossauro pela primeira vez.

Pesquisadores então pediram a devolução de Bira, com base na lei brasileira, que proíbe a venda dos fósseis, que são patrimônio nacional. Só que o museu diz que a importação do material foi autorizada e informou que não vai devolver a peça.

Foi aí que começou uma campanha na internet de brasileiros empenhados em fazer os alemães mudarem a decisão. Milhares de postagens pedem que o fóssil seja repatriado.

Publicações do museu alemão nas redes sociais ficaram lotadas de mensagens com a hasthag #UbirajaraPertenceAoBrasil. O perfil da instituição ameaçou deletar os comentários.

No Brasil, o Ministério Público Federal investiga o suposto contrabando. Enquanto isso, a campanha pela devolução do "Bira" segue gerando mais adeptos na internet.