Jornal da Band

Anvisa proíbe propaganda do "chip da beleza", criticado por especialistas

Médicos relaram que pacientes têm sofrido com efeitos colaterais do hormônio

Da Redação, com Jornal da Band 31/12/2021 • 20:55

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a propaganda do chamado "chip da beleza", implantes que estão na moda, mas não são regulamentados.

Medicos alertam para os perigos desses dispositivos, que liberam hormônios para fins estéticos.

Trata-se de um tubinho de 5 centímetros, que é implantado embaixo da pele. Ele carrega uma substância anabolizante, gestrinona, que reduz os hormônios femininos e aumenta os masculinos.

Após o implante, pacientes já relataram queda de cabelo, mancha na pele e aumento de peso. 

A gestrinona foi criada em laboratório há 40 anos para tratar a endometriose. Mas foi desvirtuada e usada para outros fins, ganhando muitos adeptos.