Jornal da Band

Mark Zuckerberg perdeu cerca de R$ 33 bilhões por "apagão" do Facebook

Facebook, Instagram e WhatsApp ficaram fora do ar por mais de 6 horas nesta segunda (4)

Felipe Kieling, do Jornal da Band 04/10/2021 • 19:38 - Atualizado em 04/10/2021 • 22:46

O “apagão” global que tirou plataformas do Facebook, Instagram e WhatsApp do ar por mais de seis horas nesta segunda-feira (4) fizeram as ações da companhia caírem 5,5% no mercado internacional, o que teria feito Mark Zuckerberg, fundador da rede social, perder cerca de US$ 7 bilhões (R$ 33 bilhões, na cotação atual) de sua fortuna em pouco tempo com a queda das ações na bolsa.

Com isso, sua fortuna caiu para pouco mais de US$ 120 bilhões, na estimativa da lista de bilionários da Bloomberg.

O impacto na economia global ainda é difícil de se mensurar com precisão, mas estimativas iniciais apontam perdas de US$ 160 milhões (mais de R$ 850 milhões) nas primeiras horas da pane nos serviços do Facebook. São comerciantes que dependem das redes sociais para vender produtos, mídia nas plataformas e limitação do trabalho remoto em plena pandemia de Covid-19.

Empresas de jogos on-line, com sistemas ligados ao Facebook, também sofreram com a falha.

Após ficar seis horas completamente fora do ar, Facebook, Instagram e WhatsApp iniciaram a retomada dos serviços, com instabilidades, por volta das 20h (de Brasília).