Jornal da Band

"Cancelamento do Censo é uma catástrofe para a sociedade brasileira", diz ex-presidente do IBGE

Paulo Rabello de Castro afirma que prefeitos deveriam estar na porta do Congresso cobrando a pesquisa

Da Redação 04/05/2021 • 23:05

O ex-presidente do IBGE, Paulo Rabello de Castro, diz que o cancelamento do Censo é uma catástrofe para a sociedade brasileira. "Um país que não tem essas estatísticas, quem mais sofre é o conjunto dos municípios que recebe as transferências de impostos todos os meses e que tem uma distribuição desequilibrada dessas receitas. Os prefeitos deveriam estar na porta do Congresso pedindo o cancelamento do cancelamento do Censo", afirmou.

Por lei, o Censo deve ser realizado a cada 10 anos. O último ocorreu em 2010 e apontou mudanças importantes que são o retrato da nossa sociedade.

O número de brasileiros com celular saltou de 8% para quase 50% em 2010. Hoje, pesquisas recentes apontam que o acesso pode chegar a 80%.

Em 2010, a população brasileira tinha crescido 12% e já éramos mais de 190 milhões, mas em 20 cidades o número chegou a dobrar, como Rio das Ostras, no norte fluminense, que atraiu uma multidão no rastro do petróleo. Se os dados não tivessem sido atualizados por lá, os repasses federais para saúde, educação e transporte não seriam suficientes.

Sem o Censo, as verbas ficam prejudicadas e até mesmo o fornecimento de vacinas, já que o envio é feito com base nesses números.

  • Jornal da Band