Jornal da Band

Big techs firmam compromisso com STF para o combate às fake news

Iniciativa do Supremo acontece junto com outras ações que visam diminuir os impactos das fake news nas eleições deste ano

Da redação

Representantes das principais gigantes da tecnologia firmaram, nesta quinta-feira (6), um compromisso com o Supremo Tribunal Federal (STF) para o combate às fake news. O trabalho é tido como ainda mais importante em ano de eleições.

O que o Supremo quer é evitar que notícias falsas sobre o trabalho do Judiciário sejam espalhadas pela internet. Seis big techs assinaram o acordo de adesão ao programa: Google, YouYube, Meta (Instagram e Facebok), TikTok, Kwai e Microsoft.

Ainda não há ações específicas a serem desenvolvidas. A etapa de hoje é apenas o início da colaboração entre o STF e as plataformas.

Essa iniciativa do Supremo acontece junto com outras ações que visam diminuir os impactos das fake news nas eleições deste ano. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já lançou o Centro Integrado de Enfrentamento à Desinformação e Defesa da Democracia, que está operando em parceria com os 27 tribunais regionais eleitorais do país.

O centro se preocupa, principalmente, com a utilização da inteligência artificial nas eleições. O foco é o combate à desinformação e contra deepfakes, técnica que usa a tecnologia para alterar, por exemplo, o rosto ou a voz de uma pessoa.

Na Câmara, o presidente Arthur Lira (Progressitas) anunciou os integrantes de um grupo de trabalho que preparará um projeto contra as fake news. O objetivo é definir regras para as redes sociais. O grupo com 20 parlamentares terá três meses para concluir os trabalhos e preparar uma proposta para votação.

Tópicos relacionados

Mais notícias

Carregar mais